Jornal Republicano – Órgão Regionalista das Beiras – Há 93 anos a informar
Fundador: 
Adriano Lucas (1883-1950)
Diretor "In Memoriam":  
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Casa Varela recebe Bem Gil & Moreno Veloso e quatro residências artísticas


Texto: Lusa/Foto: DR Quinta, 04 de Abril de 2024

Um concerto com Bem Gil & Moreno Veloso e quatro residências artísticas são destaques entre a programação para abril da Casa Varela - Centro de Experimentação Artística em Pombal.
A Plataforma285 finaliza em Pombal a produção técnica do espetáculo ‘That’ all, folk!’, que estreia na Casa Varela na sexta-feira, às 16h00, com nova apresentação no sábado, às 19h00.
Segundo comunicado do Centro de Experimentação Artística, ‘That’s all, folks!’ revisita datas, acontecimentos e imagens que “pululam no nosso imaginário e que nos ensinam o que amar, o que odiar ou quem evitar”. 
Depois, a partir de 15 de abril, o Collectivo Serra desenvolve na Casa Varela ‘Dearth of a ditactor’. 
Nesta performance será evocada e recriada a morte de célebres ditadores mundiais, num circuito pelo edifício, ao longo do qual serão apresentadas histórias e acontecimentos que levaram a revoltas, queda e eventual execução de déspotas.
Com produção do artista plástico Leonardo Rito e participação de artistas do coletivo Serra, de Leiria, a criação é revelada no dia 24 de abril, das 21h30 à meia-noite. 
Também em abril, chega à Casa Varela o brasileiro Luiz Martins para, durante dois meses, desenvolver ‘Construturações’.
Desde São Paulo até Pombal, o artista plástico traz ideias às quais juntará outras. Da mescla resultará a nova coleção artística multidisciplinar deste criador comprometido com a união entre o primitivo e o contemporâneo e que recorre a conceitos da sociologia e da arqueologia para fazer ligações entre espaço, corpo e natureza, mas também entre o artista e o observador. 
A particularidade deste exercício é que Luiz Martins vai trabalhar sempre de porta aberta, podendo o público descobrir as novas obras em exposição na Casa Varela. ‘Construturações’ constrói-se e está visitável até 08 de junho.
Depois das Ilhas Shetland, na Escócia, e da Noruega, a companhia de bailado contemporâneo Zone Poème, de França, prossegue em Pombal um ciclo de residências artísticas para o terceiro capítulo do projeto ‘Enemy’, em que se questiona o futuro da Europa.
Até 04 de maio, Mélodie Lasselin and Simon Capelle estarão na Casa Varela para criar a derradeira parte do tríptico, em que o tema são as consequências ambientais da guerra.
A companhia francesa trabalha, pela dança, o facto de a Noruega ser agora o primeiro exportador europeu de petróleo, devido à guerra na Ucrânia, e estar a planear perfurar cada vez mais no Mar do Norte, o que afeta profundamente natureza das Ilhas Shetland.
Em Portugal, o tríptico ‘Enemy’ será apresentado em 2025, em data a anunciar.
Pelo meio, a Casa Varela recebe o concerto de Bem Gil & Moreno Veloso no dia 19 de abril, às 21h30. O espetáculo da dupla constituída pelos filhos de Gilberto Gil e Caetano Veloso está integrado na digressão europeia dos músicos brasileiros e celebra as suas trajetórias pessoais, a liberdade, a amizade e a música. 
A programação para abril integra ainda o espetáculo ‘A padeira de Aljubarrota’, do Safaneta Clown, para famílias, com duas sessões no dia 20 de abril, e a exposição ‘Solos metamórficos’, de Andreia Pinho, até 4 de maio.

Tasca do Ronaldão



Edição de Hoje, Jornal, Jornais, Notícia, Diário de Coimbra, Diário de Aveiro, Diário de Leiria, Diário de Viseu