Jornal Republicano – Órgão Regionalista das Beiras – Há 93 anos a informar
Fundador: 
Adriano Lucas (1883-1950)
Diretor "In Memoriam":  
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Formação e Intervenção Cívica: Ponto Seguro continua a dar apoio aos estudantes na festa (com vídeo)


Quinta, 16 de Maio de 2024

Voz aos Comissários

A poucos dias do início da grande festa dos estudantes, o pelouro de Formação e Intervenção Cívica dá a conhecer a sua atividade mais relevante: o Ponto Seguro. 



Qual é a função do teu pelouro na Queima das Fitas?


Eu sou responsável pelo pelouro de Formação e Intervenção Cívica e temos como principal função a dinamização do Ponto Seguro no recinto da Praça da Canção durante a semana da Queima das Fitas.



O Ponto Seguro é uma novidade recente da festa, tendo surgido há cerca de dois anos. Para quem ainda não conhece qual é o objetivo do Ponto Seguro na festa?


O Ponto Seguro é um espaço localizado no recinto da Quei­ma das Fitas e que tem como objetivo prestar apoio aos estudantes que se possam encontrar em situações de maior vulnerabilidade, nomeadamente, com excesso de consumo de álcool ou em situações de abuso sexual, por exemplo. Os estudantes podem encontrar no Ponto Seguro um espaço, que tal como o nome indica, seguro onde podem encontrar ajuda prestada por uma equipa de voluntários com formação para acolher os estudantes que precisem de apoio.



Para além do Ponto Seguro que outras atividades são dinamizadas pelo pelouro de Formação e Intervenção Cívica?



Nos últimos meses temos vindo a organizar algumas atividades como as duas recolhas de sangue que foram um sucesso e que decorreram no edifício da Associação Académica de Coimbra. Durante o mês de maio está ainda a decorrer uma recolha de tampas de plástico em colaboração com os Núcleos de Estudantes, assim como recolhas de roupa e ainda de bens alimentos em parceria com as comissões organizadoras dos carros da Queima das Fitas, tendo como objetivo ajudar e apoiar projetos sociais e de solidariedade. Durante este mês, antes da festa, tentamos dinamizar ao máximo estas atividades para ajudar instituições sociais e durante a semana da Queima estamos focados em cumprir a missão do Ponto Seguro.



Qual é o maior desafio enquanto estudante em organizar esta festa de estudantes?


Eu sempre fui uma pessoa que gosta de estar envolvida em várias atividades ao mesmo tempo, contudo tenho o objetivo de terminar a licenciatura e o mais difícil é conciliar tudo e ter tempo para conseguir fazer tudo.


CCDR Funtos Europeus



Edição de Hoje, Jornal, Jornais, Notícia, Diário de Coimbra, Diário de Aveiro, Diário de Leiria, Diário de Viseu